Festival Internacional de Cinema de Ficção Científica Sci-Fi Floripa em julho!

Para fãs do gênero: Sci-Fi Floripa, de 25 a 31 de julho, repleta de filmes inéditos, curtas, médias, longas metragens, através de mostras competitivas e filmes convidados. São diversas obras de live action e animação, de 14 países, com temas sobre a distopia

 

 

Começa na próxima segunda-feira, dia 25, o Sci-Fi Floripa Festival Internacional de Ficção Científica, aberto ao público e com entrada gratuita, na Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no CIC (Centro Integrado de Cultura), na Agronômica – Floripa. Às 20h, abertura com a equipe de produção e convidados, seguida da Sessão de Curtas da Mostra Competitiva Internacional.

O encerramento, no domingo, dia 31, será com “Carro Rei”, dirigido por Renata Pinheiro e protagonizado por Matheus Nachtergaele, filme premiado como melhor longa-metragem latino americano em Gramado (RS), ano passado.

Os filmes do Festival transitam por temas urgentes como o uso da tecnologia nos relacionamentos, o avanço das cidades sobre o meio ambiente, e os impactos na natureza de tanto lixo produzido pelo consumo nas cidades.

A Mostra Competitiva de Curtas começa na segunda-feira dia 25 e vai até a quarta-feira, numa maratona de mais de 30 obras, entre filmes da Espanha, Alemanha, Polônia, Turquia, Japão, Austrália, Estados Unidos e Brasil, com legendas em português.

Na quinta-feira (28) serão exibidos o curta “The Phantom of Regular Size” do cineasta japonês Shinya Tsukamoto, seguido do longa alemão “Decoder” dirigido por Muscha, em 1986, na noite temática “cyberpunk”.
A sexta-feira (20) será da Turquia, com dois filmes que se complementam. Começa mais cedo, às 18h com “Remix RipOff” de cem Akin, e com o cultuado “Star Wars Turco” às 20h, para deleite dos fãs.
No sábado (30) a noite está reservada para dois filmes brasileiros convidados, que trabalham com invenção de linguagem e despojamento. “São Ateu” vai ser comentado presencialmente pelo diretor paulista Hiro Ishikawa, seguido pelo “Rodson”, um média metragem do coletivo cearense Chorumex.
“Carro Rei” fecha a programação, no domingo (31).

Encerramento com Carro Rei
O encerramento do Sci-Fi Floripa, no dia 31 de julho, será com o filme “Carro Rei”, grande vencedor de Gramado, protagonizado por Matheus Nagtheargale e dirigido por Renata Pinheiro.
Sobre o Festival
O Sci-Fi Floripa tem como objetivo mapear a produção de cinema de ficção científica recente, afim de criar um ponto de encontro de fãs, entusiastas e realizadores em Santa Catarina, com eventos de continuidade e expansão.
O evento é feito sem patrocínio e tem entrada gratuita, sujeita à lotação da Sala de Cinema do CIC.

Serviço

Sci-Fi Floripa
25 a 31 de julho
Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no CIC
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica, Florianópolis – SC, 88025-201
Telefone: (48) 3664-2555 / 98866-6012

*
Informações [email protected]
www.scififloripa.com
Instagram @scififloripa

Programação

Sci-Fi Floripa – 25 a 31 de julho 2022
Cinema do CIC

25/07 Segunda-feira

19h50 – Abertura
20h – Mostra Competitiva Internacional de Curtas Metragens
PELANO! – Dir. Calebe Lopes, Chris Mariani (BRA, BA – 12min)
PLUTÃO DEFINITIVAMENTE NÃO É MAIS PLANETA – Dir. Jonathan Rodrigues (BRA, PR – 05min)
MOJA – Dir. Kenichi Ugana (JAPÃO, 29min)
MISSÃO BERÇO ESPLÊNDIDO – Dir. Joel Caetano (BRA, SP – 04min)
FUTUROS AMANTES – Dir. Jessika Goulart (BRA, RJ – 15min)
THOUGHTSCRIBE – Dir. Shivani Hassard (ALEMANHA, 12min)
NADA DE BOM ACONTECE DEPOIS DOS 30 – Dir. Lucas Vasconcelos (BRA, RJ – 12min)
O PRAZER DE MATAR INSETOS – Dir. Leonardo Martinelli (BRA, RJ – 10min)
CLEVER BOX – Dir. Roger Ribera (ESPANHA, 08min)
SUPERSCOPE – Dir. Siddharth Gautam (EUA, 07min)
BLAST OFF – Dir. Kelly Wang (EUA, 03min)

26/07 Terça-feira

20h – Mostra Competitiva Internacional de Curtas Metragens
TALVEZ EU NUNCA TENHA AMADO – Dir. André Aragão (BRA, SE – 20min)
THE QUIET – Dir. Radheya Jegatheva (AUSTRÁLIA – 04min)
TECNOFAGIA – Dir. Marcos Lamoreux (BRA, RJ – 20min)
CATIVANTE – Dir. Beatriz Freitas, Beatriz Fernandes, Isabela Shitamori (BRA, SP – 04min)
A MESA NO DESERTO – Dir. Diego Scarparo (BRA, ES – 15min)
RUDE GIRL – Dir. Joshua Zunie (EUA, 20min)
AUSÊNCIA – Dir. Alexia Araujo (BRA, SC – 03min)
LIFEAPP – Dir. Marcelo Engster (BRA, SP – 12min)
SIGMA – Dir. Pietra Miranda (BRA, RJ – 18min)
DISCAGEM – Dir. Guilherme Gila (BRA, SP – 05min)
REGENERATION – Dir. Cameron Carr (Inglaterra, 02min)
THE MOONS – Dir. Gabriel Kalim Mucci (BRA, SP – 07:30min)

27/07 Quarta-feira

20h – Mostra Competitiva Internacional de Curtas Metragens
EM TORNO DO SOL – Dir. Julio Castro, Vlamir Cruz (BRA, RN – 12min)
SAGE – Dir. Stefan Stoev (ALEMANHA, 40min)
VIEMOS EM PAZ – Dir. Braun Ridre Chulaq (BRA, SP – 25min)
SERIAM OS DEUSES AFRONAUTAS – Dir. Rogerio Farandola (BRA, RS – 03min)
THE MASK – Dir. Hanka Brulinska (POLÔNIA – 13min)
CABiLUDA – Dir. aColleto, Dera Santos (BRA, PE – 20min)

28/07 Quinta-feira

20h – Cyberpunk Oitentista
THE PHANTOM OF REGULAR SIZE (Futsû saizu no kaijin)
Dir. Shin’ya Tsukamoto (Japão, 18min, 1986)
Sinopse: Um homem gradualmente se transforma em um monstro robótico incrustado de metal.

DECODER
Dir. Muscha (Alemanha Ocidental, 87min, 1984)
Dramatiza a inovação transcendente que o punk trouxe para os campos da comunicação, como um precursor perfeito para o gênero cyberpunk.

29/07 Sexta-feira

18h – Sexta Turca
REMAKE, REMIX, RIP-OFF: ABOUT COPY CULTURE & TURKISH POP CINEMA
Dir. Cem Kaya (Turquia, 96min, 2014)
A Turquia nas décadas de 1960 e 1970 foi um dos maiores produtores de filmes do mundo, embora sua indústria cinematográfica não tivesse material escrito suficiente para começar. Para atender a demanda, roteiristas e diretores copiavam roteiros e refaziam filmes de todo o mundo. Nomeie qualquer filme de sucesso ocidental, há uma versão turca para ele, seja Tarzan, Drácula, O Mágico de Oz, O Exorcista, Rambo, Superman ou Star Trek. Esses filmes semelhantes produzidos de forma rápida e de baixo orçamento foram adaptados ao gosto do público local com enorme sucesso no interior da Anatólia. O que lhes faltava em equipamento e orçamento compensavam com o uso excessivo de mão de obra tanto atrás quanto na frente da câmera.

20h – THE MAN WHO SAVED THE WORLD (STAR WARS TURCO)
(Dünyayi Kurtaran Adam)
Dir. Çetin Inanç (Turquia, 91min, 1982)
Dois cadetes espaciais aterrissam em um planeta deserto, onde um mago maligno busca o poder supremo para dominar o mundo. Embora o filme empreste algumas imagens de fundo de Star Wars, o enredo não está relacionado.

30/07 Sábado

20h – Brazil Dystopia Way of Life is Now
SÃO ATEÍSTA
Dir. Hiro Ishikawa (BRA, SP – 70min)
Deus, cansado da maldade da humanidade, decide se aposentar. Para espalhar a notícia, ele designa seu último profeta: o santo ateu. O escolhido é Dido, um homem comum que faz cálculos esquisitos na esperança de descobrir os números que vão ganhar na loteria. A decisão divina afeta não apenas a família de Dido, mas também o mundo dos deuses, que devem redefinir a ordem espiritual do planeta.

21h10 – RODSON OU (ONDE O SOL NÃO TEM DÓ)
Dir. Clara Chroma, Cleyton Xavier, Orlok Sombra
(BRA, CE – 75min)
Estamos antes dos anos 3000. Arte é crime. Pensar é proibido. A leitura não existe mais. Apenas a produção e o consumo em massa são permitidos. RODSON®. Um menino com seu instinto artístico animalesco reprimido pela sociedade ao seu redor, é apenas um entre muitos…. O governo anarco-cristão comete o erro de pensar que a fera estava sob controle, mas sua mente concebe CALEB®, RODSON’s ® alter-ego, que o lança para a estrada, deixando para trás os aparelhos de ar condicionado em busca da alucinação perfeita sob o impiedoso Sol de 2000ºC que a camada de las exosfera proporciona à sociedade atual.

31/07 Domingo

19h30 – Premiação

20h – Brazil Dystopia Way of Life is Now

CARRO REI
Direção: Renata Pinheiro (BRA, PE – 97min)
Roteiro Sérgio Oliveira, Renata Pinheiro
Elenco: Matheus Nachtergaele, Okado do Canal, Jules Elting
Uno é um jovem menino que tem a estranha habilidade de conversar com carros desde sua infância. Um dia, as autoridades políticas de sua cidade passam uma lei que pode fazer com que a empresa de seu pai venha a falir. Com a proibição da circulação de carros antigos nas ruas da cidade, Uno recorre ao seu melhor amigo de infância: um carro. Junto com seu tio, Uno transformará um simples automóvel no Carro Rei – um carro que pode falar, ouvir e ter sentimentos.

21h – Encerramento

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *